Você tem alergia ou intolerância a frutas?

As reações alérgicas às frutas são comumente associadas à síndrome da alergia oral (OAS) . Também é conhecido como alergia alimentar ao pólen.

As OAS ocorre a partir de reatividade cruzada. O sistema imunológico reconhece a semelhança entre o pólen (um alérgeno comum) e as proteínas das frutas, vegetais e nozes crus. Esse reconhecimento desencadeia uma reação alérgica em algumas pessoas.

Aqui estão os tipos de pólen e seus frutos relacionados que podem desencadear uma reação OAS:

  • Pólen de bétula: maçã, damasco, cereja, kiwi, pêssego, pêra e ameixa.

  • Pólen de grama: melão, laranja

  • Pólen de ambrósia: banana, melão

  • Pólen de artemísia: pêssego



Sintomas:

As OAS e alergias a frutas podem desencadear sintomas que variam de desconfortáveis ​​a graves e até mesmo fatais.

Os sinais e sintomas comuns incluem:

  • coceira ou formigamento na boca

  • inchaço da língua , lábios e garganta

  • espirros e congestão nasal

  • tontura

  • náusea

  • dor abdominal

  • diarréia



Intolerância alimentar:

Para algumas pessoas, a reação aos alimentos não é uma alergia verdadeira, mas sim uma intolerância alimentar. Como as alergias e intolerâncias alimentares costumam apresentar sinais e sintomas semelhantes, podem ser confundidas.

Se você acha que pode ter uma dessas condições, consulte seu médico para obter um diagnóstico e identificar a fonte de seu desconforto.

Muitos fatores podem causar intolerância alimentar, como:

  • síndrome do intestino irritável (IBS)

  • intolerância a lactose

  • sensibilidade ao glúten não celíaco

  • aditivos alimentares, como sulfitos usados ​​para conservar frutas secas

  • fatores psicológicos

Em relação às frutas, a intolerância alimentar é frequentemente uma sensibilidade a produtos químicos que ocorrem naturalmente em uma fruta específica. Às vezes, é uma incapacidade de digerir o açúcar natural encontrado nas frutas (frutose).


Tal como acontece com outros tipos de alergia e sensibilidades, evitá-las costuma ser o melhor remédio. Qualquer pessoa com alergia alimentar deve ter cuidado ao comprar alimentos em um supermercado ou restaurante para se certificar de que não há vestígios do alérgeno.

Reforçando, consulte sempre seu médico e nutricionista.